Page Nav

HIDE
{GRID_STYLE}
{TRUE}
{HIDE}

Páginas

{fbt_classic_header}

ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

latest

COLÉGIO OBJETIVO

5 Dicas para ser um bom corretor

Como atuar no mercado imobiliário: 5 dicas para ser um bom corretor O mercado imobiliário tem crescido cada vez mais, e com isso as oportuni...

Como atuar no mercado imobiliário: 5 dicas para ser um bom corretor
O mercado imobiliário tem crescido cada vez mais, e com isso as oportunidades de trabalho vem aumentando e mais pessoas estão buscando como começar a atuar nesse ramo.

E existem diversas especialidades dentro do mercado imobiliário que os profissionais podem atuar, entre elas, uma que ganha bastante destaque é o corretor de imóveis.

Isso ocorre por ser um trabalho bastante dinâmico, sendo possível ter um bom retorno de forma rápida, e por ser um mercado em constante crescimento. Também, é uma área que permite que sua rotina seja mais flexível, o que é um ponto que chama bastante atenção.

Porém fica a dúvida: como ser corretor de imóveis? Como e onde esse profissional atua?

Nesse artigo separamos todas as informações necessárias para você que tem interesse em entrar nesse mercado, atuando como corretor.

Assuntos que você irá encontrar:

O que faz um corretor de imóveis?
Como o corretor de imóveis atua?
Onde atuar sendo corretor?
O que é necessário para ser corretor de imóveis?
Como ser corretor de imóveis autônomo?
5 dicas para ser um bom corretor.

O que faz um corretor de imóveis?

O corretor de imóveis é responsável por intermediar as negociações acerca do imóvel, seja para compra ou aluguel, e também, deve estar disponível para o cliente, oferecendo suporte, orientação e esclarecendo todas as dúvidas.

Além disso, o profissional possui outras funções, de acordo com a Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), do Ministério do Trabalho, o corretor é apto para realizar pesquisas de mercado, captar imóveis, elaborar estratégias de vendas, e assessorar clientes.

Como o corretor de imóveis atua?

O corretor de imóveis conta com uma rotina bastante dinâmica, isso porque seu dia-a-dia consiste em atender clientes, de diversos perfis, com gostos e necessidades diferentes.

Sem falar que esses profissionais estão sempre em movimento, pois está presente nas ocupações dos corretores fazer a visitação dos imóveis que ele possui em sua carteira, seja para mostrá-los aos clientes ou para realizar vistorias.

Além disso, é necessário que o profissional esteja cadastrado no CRECI do estado onde atua, para assim conseguir exercer a profissão corretamente.

Agora que você sabe como esse profissional trabalha, é importante saber também de quais formas ele pode exercer sua profissão, pois existem algumas opções a serem consideradas.

Onde atuar sendo corretor?

O mais comum para os corretores de imóveis é atuar trabalhando em imobiliárias, porém é possível trabalhar em alguns outros nichos do mercado imobiliário, como em condomínios.

Também é possível que ele se especialize em algum segmento especial para trabalhar, como imóveis rurais, de luxo, ou também, há a opção de trabalhar com vendas e imóveis para pessoas de fora do país que buscam se mudar.

O que é necessário para ser corretor de imóveis?

Além de ser registrado no CRECI, também é necessário cumprir alguns outros requisitos para atuar como corretor de imóveis. Primeiramente, é obrigatório que a pessoa seja maior de idade e formada no ensino médio.

Também é preciso que tenha concluído o curso específico da área, o Técnico em Transações Imobiliárias (TTI) é bastante indicado, por se tratar de um curso técnico que leva menos tempo para ser concluído, entre 4 meses a um ano e meio.

Outras opções de cursos também são válidas, no entanto terão seu tempo de conclusão maiores, como o Tecnólogo em Negócios Imobiliários ou Gestão imobiliária, com duração de dois a três anos, e o bacharelado em Ciências Imobiliárias com duração de quatro anos.

Como ser corretor de imóveis autônomo?

Além das opções citadas acima, o profissional também pode optar por se tornar um corretor de imóveis autônomo, isso é, não ter possuir nenhum vínculo empregatício com alguma empresa imobiliária.

O autônomo também irá intermediar a negociação de imóveis, tanto de fins residenciais como comerciais, e em troca disso, ele recebe um percentual do valor da transação como comissão.

Vale ressaltar que o corretor que escolher por essa categoria de trabalho deve passar pelo mesmo processo que aquele que opta por trabalhar em uma empresa, ou seja, também deve realizar o curso da área e ser registrado no CRECI de sua região.

No entanto, o profissional autônomo deve se preocupar com outras tarefas relacionadas à venda de imóveis, normalmente algumas dessas atividades ficam a cargo da imobiliária realizar, mesmo que o corretor seja habilitado para fazê-las, pode-se citar entre elas:
 
Captar imóveis e clientes;
Divulgar imóveis;
Nutrir leads;
Realizar o pós-venda;
Cuidar das finanças. 

Dicas para ser um bom corretor

Por fim, separamos algumas dicas para você levar em conta quando começar a atuar de fato no mercado imobiliário como um corretor, seja trabalhando em imobiliárias ou de forma autônoma.

Ter um nicho de mercado definido

Como visto anteriormente, o corretor pode trabalhar em diversas áreas do mercado de imóveis. Por isso, ter um nicho definido pode ser uma forma de se especializar e ganhar mais autoridade, entre essas atividades que o corretor pode se dedicar estão:

Negociação de imóveis, seja compra ou venda imóveis residenciais, comerciais ou de veraneio;
Negociação de pontos comerciais;
Serviços adicionais, como elaboração de contratos, fianças, seguros e vistorias.

Entenda seu cliente

Entender seu cliente, o que ele quer, quais suas necessidades e problemas é essencial para conseguir ter êxito na profissão.

Para isso, conseguir interpretar as emoções que seu cliente transmite através de sua fala, seu modo de se comportar e mexer, pode ajudar nessa etapa de conhecer o comprador, utilizar técnicas de PNL é muito indicado.

Saiba negociar

Em qualquer ramo que envolva vendas, saber negociar é essencial para ter sucesso, e no mercado imobiliário não seria diferente, o corretor, independente da área de atuação, deve saber negociar, quebrar objeções, para conseguir chegar no final do funil de vendas.

Marketing pessoal

O marketing pessoal pode ajudar o corretor, a se destacar mais em relação a outros profissionais e ainda conseguir maior visibilidade.

Pois um fator de extrema importância para o sucesso desses profissionais, é a captação de leads, e para isso, alavancar seu alcance nas redes sociais, por exemplo, pode ajudar muito a atrair novos clientes.

Invista em um CRM Imobiliário

Utilizar um CRM imobiliário sendo corretor de imóveis é uma ótima prática para auxiliar a aumentar a produtividade de seu negócio. É recomendado seu uso a imobiliárias, corretores autônomos, loteadoras e incorporadoras.

O sistema possui diversas vantagens para auxiliar na rotina dos corretores, por exemplo.

Desse modo, otimizando o tempo gasto com processos burocráticos, e também, facilitando na comunicação entre as partes envolvidas na jornada de compra.

Ao utilizar essa ferramenta, o profissional consegue ter melhor controle de seus leads, oportunidades de negócios e consegue acompanhar todas as etapas da negociação com o cliente através do funil de vendas.
FONTE: JETIMOB | EDIÇÃO: ANDERSONMIRANDA.COM.BR






Nenhum comentário

Agradeço pelo seu comentário! Sua contribuição é de grande importância para o sucesso do meu trabalho!

INFER-32 & CANAÃ TELECOM

Popular Posts